Estimativa Populacional para os Municípios Brasileiros – 2018

Anualmente, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga projeções da população estimada nos municípios brasileiros, tendo como data base o dia 1º de julho de cada ano. A estimativa populacional de 2018 já está disponibiliza online, e este post traz uma breve análise sobre a publicação, bem como mostra onde baixar os dados. 

Sobre as Projeções e Estimativas Populacionais

Segundo o IBGE, as projeções e estimativas populacionais são importantes para calcular indicadores sociodemográficos nos períodos intercensitários (uma vez que o censo ocorre a cada 10 anos), evitando assim defasagem de dados. Além disso, outra contribuição é subsidiar os bancos de dados de órgãos federais, estaduais e municipais, contribuindo para a implementação de políticas públicas e futuras avaliações.

O instituto ainda informa que estas estimativas “constituem o principal parâmetro para a distribuição, conduzida pelo Tribunal de Contas da União, das quotas partes relativas ao Fundo de Participação de Estados e Municípios”. Em suma, são dados que facilitam a gestão pública em diversas áreas e escalas, tanto na tomada de decisões como também no desenvolvimento de ações governamentais.

 

Metodologia

O método utilizado para estimar a população, conforme o IBGE, baseia-se na relação da tendência de crescimento populacional do município, observada entre dois censos demográficos consecutivos, com a tendência de crescimento dos Estados. O princípio básico é “a subdivisão de uma área maior, em n áreas menores, de tal forma que seja assegurada ao final das estimativas das áreas menores a reprodução da estimativa, previamente conhecida, da área maior através da soma das estimativas das áreas menores”.

As populações estaduais são obtidas, anualmente, partindo da última projeção populacional disponível. Vale ressaltar que as estimativas  incorporam o remanejamento populacional proveniente de alterações nos limites territoriais municipais ocorridos no ano anterior. Ou seja, se um município teve seu limite modificado, a população residente irá modificar também, mesmo que seja um valor pequeno.

Para o ano de 2018, a metodologia da projeção populacional passou por revisões, relativas às alterações nos limites territoriais municipais que ocorreram entre o Censo 2010 e a data de 30 de abril de 2018, que modificam a população estimada nestes municípios. Estas alterações territoriais são decorrentes de três fatores principais, conforme a publicação: nova legislação, ajustes cartográficos e ações judiciais.

 

Downloads

O IBGE disponibiliza no seu site as estimativas populacionais no link a seguir:

https://www.ibge.gov.br/estatisticas-novoportal/sociais/populacao/9103-estimativas-de-populacao.html?=&t=downloads

O site contém dados populacionais de todos os anos desde 1992, e podem ser baixados nos formatos pdf, OpenDocument (ods) e planilha do Excel (xls). Outras informações importantes que podem ser obtidas nesse link são as tabelas gerais de população, informações técnicas da estimativa populacional e os conceitos e métodos empregados.

downloads

Além disso, também está disponível o livro que traz o detalhamento da metodologia aplicada em 2018, e pode ser obtida gratuitamente no link a seguir:

https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101609.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s