Pular para o conteúdo

Evolução dos Casos de Covid-19 no Brasil, por Município, por 100 mil Habitantes

Este traz uma série de mapas que mostra a evolução dos casos de Covid-19 no Brasil, por município, por 100 mil habitantes.

O cálculo dos casos por 100 mil habitantes permite normalizar os valores para que seja possível uma melhor comparação entre os valores para cidades com quantidades distintas de casos. No Brasil, uma vez que o Estado de São Paulo concentra 41% dos casos e 51% das mortes registradas, a espacialização dos dados se torna bastante desigual e dificulta sua visualização e interpretação.

A normalização de casos por 100 mil habitantes é um processo simples: basta dividir o número de casos pela população do município e multiplicar por 100 mil, como mostra a figura abaixo:

norm

Ou seja, o valor encontrado na normalização não é o número real de casos, e sim um valor estatisticamente calculado para comparar cidades com quantidades diferentes de casos e habitantes. Vale salientar que, para cidades com população menor que 100 mil habitantes, os valores podem parecer muito distorcidos, mas não representam o número real de casos.

Os mapas foram gerados no QGIS 3.4. Para normalizar os valores, foi realizada uma álgebra de mapas, utilizando dados dos casos de Covid-19 entre os dias 25 de fevereiro e 10 de abril de 2020 (obtidos no site do Wesley Cota) e a população estimada dos municípios em 2019 (obtida na estimativa populacional do IBGE para 2019). Os dados normalizados para 100 mil habitantes, em formato CSV (Valores Separados por Vírgula) foram unidos ao shapefile de pontos das sedes municipais (para saber como unir uma tabela excel com shapefile, veja este tutorial).

Por fim, foi aplicado o método da interpolação pelo Inverso da Distância à Potência (IDW) para uma melhor espacialização dos dados, uma vez que a representação por pontos ou polígonos destes dados não nos pareceu adequada para representar o fenômeno. Todos os mapas interpolados utilizaram a mesma classe de valores, para que se possa ter uma melhor compreensão da evolução dos casos ao longo do tempo. O resultado dos mapas você confere no vídeo abaixo:

Além disso, trazemos um gráfico mostrando as cidades com a maior quantidade de casos por 100 mil habitantes no Brasil, em 10 de abril de 2020:

graph_100k

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: